Ovos.



Prático, barato e fonte de infinitos trocadilhos. O ovo é a base de diversas receitas. Como vocês puderam ver aqui no blog, duas já tiveram esse ingrediente como coadjuvante: as panquecas e o hambúrguer caseiro. Hoje vamos mostrar que além de amálgama da cozinha, ele pode ser um protagonista versátil, suculento e, até mesmo, saudável nas suas experiências gastronômicas.
Farofa, maionese, bolos, glacês, pudim, só a gema ou só a clara, de avestruz, de galinha ou de codorna. São grandes as possibilidades e as discussões sobre ele ser herói ou vilão da saúde. Mas como não é a nossa prioridade salvar suas artérias, ou nos fecharmos nas nossas próprias receitas, segue uma lista com dicas básicas de utilização dessa peça fundamental da culinária.


O grande problema do ovo, principalmente nas receitas que ele é usado cru, é o risco de contato com a Salmonella. Mas lavando direito, escolhendo os que não estão trincados e guardando dentro da geladeira, a chance de problemas é bem pequena.


Outro inconveniente é que ele pode estar podre. Um método para verificar isso é colocá-lo em um recipiente com água, se boiar provavelmente está podre. Mesmo assim, pra garantir, é bom quebrá-lo em um recipiente antes de juntá-lo à receita. E fique tranquilo se não estiver bom, você vai perceber.

Frito: Esquente bem o óleo (pode acrescentar manteiga), quebre o ovo e espere a gema ficar no ponto que você gosta. Para criar aquela renda em volta da clara, basta ficar jogando o óleo da própria frigideira por cima.




Poché: O resultado é bem parecido com o frito, mas ao invés de usar óleo ele é feito na água com um pouco de vinagre e sal. Além dessa maneira, você também pode colocar ovos em caldos e canjas. Sem que chegue a ferver quebre alguns ovos com cuidado dentro do caldo, prefira os de codorna, por cozinharem mais rápido.

Cozido: Cozinhar ovos não é nenhum segredo. Deixar na água fervente com vinagre por, pelo menos, 7 minutos, dependendo do ponto que você gosta da gema. Apesar de caírem muito só com sal, também podem ser utilizados em saladas ou misturados com queijos. É só fazer com a gema mais durinha, cortar em rodelas e fazer a sua arte.

Mexido: Essas duas últimas maneiras são pra você fazer aquela rapa na geladeira. Nesse primeiro o segredo é: primeiro fritar o que precisa ser frito (de calabresa a ervilha) e só depois colocar os ovos. Mas não colocar por cima de tudo, reserve os ingredientes de um lado e do outro coloque os ovos e o queijo por cima dele. Espere a clara ficar razoavelmente dura para mexer tudo. Se adicionar farinha de milho, ou mandioca, você obtém uma farofa.


Omelete: Esse sim, apesar de mais trabalhoso (pouco) é bem mais apresentável (muito). A lógica é a mesma do anterior, refogue tudo o que você quiser e reserve, dessa vez em outro recipiente. Agora, coloque os ovos (de preferência em temperatura ambiente) em uma tigela com uma pitada de açúcar, sal, farinha de trigo e tempero a gosto. Bata com um garfo ou um fouet até ficar aerado. Despeje em uma frigideira com a manteiga já derretida, coloque o queijo e os ingredientes, que já haviam sido preparados, por cima, de preferência concentrar de um lado. Espere "a massa" criar alguma consistência, dobre a omelete e depois vire. Essa etapa de dobrar e virar não é muito fácil no começo, mas serve para cozinhar todo ovo e derreter o queijo. Se não acreditar que consegue, simplesmente tampe a frigideira.

Essas são só algumas sugestões de preparo. Compartilhe qual é a sua receita. Afinal, como você gosta dos seus ovos?



POSTADO POR Pedro Augusto
TAGS
Comentários 6 Comentários

6 Responses to : Ovos.

  1. Eu gosto de pão com ovo

  2. Mú. says:

    E se eu contar pra vocês que na Bahia omelete se faz com farinha de mandioca????

  3. Vitor Secchin says:

    Arghn! Ovo!!Se bem que pelas imagens faz até parecer que é gostoso... Parabéns pelo blog!Vitor

  4. Vitor Secchin says:

    Arghn! Ovo!!!Se bem que pelas imagens faz parecer delicioso... Parabéns pelo blog!!!

  5. Palmirinha says:

    O omelete está com uma cara ótima!!! O Huguinho ficou com fome!!

  6. Vcs podiam dar dicas sobre batata frita. Qual comprar, como fritar e fazê-las ficarem parecidas com as do McDennis e coisa e tal

Leave a Reply